Anon H4, uma célula da Anonymous, publicou uma postagem hoje (06) afirmando que derrubou o domínio do site pessoal do deputado Áureo (SD-RJ). O deputado, autor da emenda que "censura a internet" colocada na quarta-feira (04) no projeto de reforma política, afirmou nesta manhã que pediria ao presidente Michel Temer o veto ao texto. Pouco tempo depois, Michel Temer anunciou o veto, proibindo que a emenda faça parte da reforma política. 

Caso a emenda fosse aceita, políticos poderiam pedir a identificação de usuários de redes sociais e, posteriormente, a remoção de conteúdos com "discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa". De acordo com deputado Áureo, "a emenda foi mal interpretada".