Alguns sites na Internet estão usando scripts para minerar bitcoins e moneros nos computadores dos visitantes. A prática busca usar aplicações escritas em JavaScript (linguagem de programação amplamente difundida na Web) para aproveitar a capacidade de processamento do computador dos seus próprios leitores e usuários para explorar criptomoedas como Bitcoins, Monero, Ethereum, Litecoin e outras espécies virtuais. Na prática, a manobra não causa riscos ao seu computador, mas pode sobrecarregar o seu processador e aumentar o consumo de energia.



Como bloquear mineração de bitcoin com plugins
No Chrome e seus derivados (Opera, Vivaldi e até mesmo o Edge, que é compatível com extensões do navegador do Google), é possível instalar plugins que prometem bloquear a exploração de criptomoedas por parte dos sites que você visita. No Chrome, há o No Coin e o No Mining, específicas para tal uso.

Monitorando scripts com extensões
Outra opção são as extensões que bloqueiam scripts em geral. Como exemplo, selecionamos o NoScript para o Firefox. Quem usa Chrome e derivados pode optar pela ScriptSafe, que cumpre a mesma função no navegador do Google.