Os irmãos gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss são mais conhecidos por sua rivalidade com Mark Zuckerberg graças ao processo movido por eles contra o criador do Facebook. A dupla acusou Zuck de ter roubado a ideia do Facebook da rede social ConnectU, idealizada por eles durante o seu período em Harvard — se você assistiu ao filme “A Rede Social”, de 2010, deve se lembrar bem disso.
Irmãos Winklevoss investiram US$ 11 milhões em 2013 e, agora, acumulam mais de US$ 1 bilhão em bitcoins
Agora, os Winklevoss voltam aos holofotes por uma razão bem diferente da do imbróglio judicial de alguns anos atrás. Eles se tornaram oficialmente os primeiros bilionários do bitcoin ao acumularem patrimônio líquido de US$ 1 bilhão graças especialmente a um investimento certeiro: a compra de US$ 11 milhões em bitcoins em abril de 2013.