A startup brasileira 99 vendeu 100% de suas ações para a empresa chinesa Didi Chuxing, mais conhecida como “Uber chinês”. O negócio teria sido fechado respeitando o atual valor de mercado do aplicativo, estimado entre US$ 800 milhões e US$ 1 bilhão.

A informação é do Estadão, mas a 99 não fez nenhum anúncio oficial sobre a negociação, alegando que só se manifestará quando oportuno. Segundo apurou o jornal, a compra só não foi anunciada ainda porque os termos precisam ser devidamente finalizados.