Tecnologia a laser ajuda a DESCOBRIR "Megalópole' maia em plena selva






Consórcio de cientistas encontra 60 mil ruínas da antiga civilização, incluindo vias elevadas e fortalezas, graças a mapeamento inédito que 'virou de cabeça para baixo' entendimento sobre essa cultura.

Um um marco na pesquisa arqueológica, estudiosos encontraram mais de 60 mil ruínas da população maia na Guatemala, graças a uma nova tecnologia de raio laser.

A tecnologia Lidar - abreviação, em inglês, de "detecção e alcance da luz" - foi usada para mapear digitalmente sob a cobertura florestal, revelando uma "megalópole" de casas, palácios, vias elevadas e fortalezas.

 As pesquisas cobriram até agora mais de 2,1 mil quilômetros quadrados na cidade de Petén, no norte guatemalteco. A área, identificada perto de cidades maias já conhecidas, provavelmente abrigou milhões de pessoas a mais do que pesquisas prévias sugeriam.

Arqueólogos acreditam que a tecnologia de ponta vai mudar a forma como o mundo enxerga a antiga civilização centro-americana.

"Acho que será um dos grandes avanços em mais de 150 anos de (pesquisa) arqueológica maia", diz à BBC Stephen Houston, professor de Arqueologia e Antropologia da Universidade Brown, no EUA.
Tecnologia Lidar revelou 60 mil ruínas, como esta pirâmide maia, que levarão anos para serem plenamente entendidas pelos cientistas (Foto: Wild Blue Media/Channel 4/National Geographic )


"Tudo virou de cabeça para baixo", diz o arqueólogo Thomas Garrison, do Ithaca College (EUA) e parte do consórcio de pesquisadores envolvidos no estudo.

Ele acredita que a escala e a densidade da população maia vinham sendo "bastante subestimadas e podem ser, na verdade, três ou quatro vezes maior do que se pensava anteriormente".




Pesquisadores se surpreenderam com a sofisticação e a densidade da civilização maia reveladas pelas imagens (Foto: Wild Blue Media/Channel 4/National Geographic )

Tecnologia
Os pesquisadores usaram a tecnologia Lidar para remover digitalmente a densa cobertura florestal guatemalteca - em uma região atualmente desabitada - e criar um mapa do que esteve sob a superfície na época maia.

A Lidar é descrita como "mágica" por alguns arqueólogos por revelar coisas praticamente invisíveis ao olho nu e jamais observadas até então.

Usa-se o laser para mapear a superfície da Terra, com milhões de disparos de laser no solo, feitos a partir de um avião ou helicóptero.

Os comprimentos de onda são medidos ao baterem no solo e voltarem - método semelhante ao usado por morcegos para caçar suas presas à noite.


Estruturas estavam cobertas pela densa vegetação (Foto: Wild Blue Media/Channel 4/National Geographic )
leia tudo aqui
Tecnologia a laser ajuda a DESCOBRIR "Megalópole' maia em plena selva Tecnologia a laser ajuda a DESCOBRIR "Megalópole' maia em plena selva Reviewed by Daniel Nuredo on 05 fevereiro Rating: 5

Recent in Games

Image Link [https://pbs.twimg.com/profile_images/947950678483316736/8L2OOHt5_400x400.jpg] Author Name [Escrito por Daniel Nuredo] Author Description [Empreendedor digital, palestrante, ciclista, apaixonado por marketing digital e tecnologia e fundador do JobDoDaniel - Marketing Digital ] Facebook Username [danielnuredo] Twitter Username [danielnuredo] Instagram Username [danielnuredo]