TSE discute fake news com Facebook, Google e Twitter


A corte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se reuniu, na quarta-feira, 31, com o Comitê Gestor da Internet para discutir os reflexos das fake news nas eleições de 2018.

Também participaram do encontro representantes do Facebook, Google, Twitter e Whatsapp. Além de membros da Polícia Federal, do Exército, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, do Ministério da Justiça, do Ministério Público Eleitoral, do Supremo Tribunal Federal, da SaferNet Brasil e da Fundação Getúlio Vargas.
Após reunião, ministro Gilmar Mendes afirma que as medidas não violarão a liberdade de expressão durante as eleições e devem prevenir distorções causadas por notícias falsas
Durante o encontro, as empresas de tecnologia mostraram quais ações estão sendo implementadas para combater notícias falsas que são disseminadas nas redes sociais.

Durante coletiva de imprensa, o ministro Gilmar Mendes afirmou que as medidas que serão tomadas não se tratam de cerceamento da liberdade de expressão, mas sim de prevenir distorções do processo eleitoral.
Postagem Anterior Próxima Postagem