Twitter veta veiculação de propaganda eleitoral paga




As três mensagens patrocinadas foram publicadas ao longo da última semana e mostram ao menos três pré-candidatos à Presidência que já estão colocando em prática nas suas páginas oficiais uma das principais novidades da campanha de 2018: a publicidade paga nas redes sociais, sem regulamentação na Justiça Eleitoral.

“A Lei do Estágio mudou a vida de muita gente! Você sabia que a autora da proposta foi a Manu? Confere nosso vídeo!”, escreveu Manuela D’Ávila (PCdoB). 
“Vamos pensar juntos o que esse país pode ser. #VamosSemMedo #PSOL2018 #BoulosESonia”, postou Guilherme Boulos (PSOL). 
“Henrique Meirelles, 2018. O Brasil do tamanho dos nossos sonhos”, publicou o ex-ministro da Fazenda. 

Em linhas gerais, os candidatos, partidos e coligações estão liberados para patrocinar posts, seja no Facebook ou no Instagram, e ainda poderão pagar para impulsionar buscas em navegadores como o Google, Yahoo e também no YouTube
Nas redes sociais, porém, a novidade vai ficar restrita ao Facebook e ao Instagram. Twitter informou que não vai vender publicidade durante a campanha eleitoral. Em nota, a empresa disse que “no Brasil, nossas políticas de anúncios não vão permitir a veiculação de propaganda eleitoral paga”

O Twitter disse que precisaria desenvolver novas ferramentas para que os políticos pudessem cumprir as exigências de transparência nos anúncios, conforme as exigências da legislação eleitoral brasileira.
Twitter veta veiculação de propaganda eleitoral paga Twitter veta veiculação de propaganda eleitoral paga Reviewed by Daniel Nuredo on 28 maio Rating: 5

Nenhum comentário

Recent in Games

Image Link [https://pbs.twimg.com/profile_images/947950678483316736/8L2OOHt5_400x400.jpg] Author Name [Escrito por Daniel Nuredo] Author Description [Empreendedor digital, palestrante, ciclista, apaixonado por marketing digital e tecnologia e fundador do JobDoDaniel - Marketing Digital ] Facebook Username [danielnuredo] Twitter Username [danielnuredo] Instagram Username [danielnuredo]