O WhatsApp lançou uma campanha de mídia para orientar seus usuários no combate à distribuição de notícias falsas no Brasil. Na edição desta segunda-feira, 27, do jornal carioca O Globo, o WhatsApp assina uma página inteira com dicas sobre o assunto.
Procure sinais que te ajudem a julgar se uma informação é falsa. Por exemplo, mensagens encaminhadas de fonte desconhecida, falta de evidências ou mensagens cujo único propósito é o de irritar e incitar a violência. Estes são sinais claros de que uma história pode não ser verdadeira. 

E lembre-se: fotos, vídeos e até áudios podem ser manipulados para tentar te enganar”, diz o anúncio. Em seguida, recomenda que o usuário realize buscas online para verificar a veracidade de um conteúdo. E, caso constatado que se trata de uma notícia falsa, aconselha que o remetente da informação seja avisado, para que o compartilhamento seja suspenso.



O WhatsApp é o app de mensagens mais popular do Brasil, instalado em mais de 95% dos smartphones brasileiros, de acordo com a mais recente pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre mensageria móvel. Isso o torna o canal preferido para quem quer espalhar mentiras, o que pode ser especialmente danoso para a democracia neste período eleitoral.

Esta não é a única iniciativa do WhatsApp no combate à distribuição de notícias falsas. Recentemente, o app passou a marcar as mensagens encaminhadas e também limitou a quantidade de grupos para os quais uma mensagem pode ser enviada simultaneamente.