Para não ir à escola, um menino de 5 anos surpreendeu sua mãe em Bocaina, no interior de São Paulo. Ele escreveu um bilhete, assinou com o nome da professora e entregou em casa.

A ideia não vingou, até mesma pela precariedade do texto, mas repercutiu após a docente divulgar a história.

A professora não viu maldade no ato do menino, Gabriel Lucca, que costuma ser muito criativo e participa bastante das aulas. Para ela, a intenção dele seria de apenas fazer uma brincadeira com a mãe e a professora.

Depois disso, a frase da criança virou meme nas redes sociais:
Nenhum texto alternativo automático disponível.


Nenhum texto alternativo automático disponível.