TSE multa empresário que impulsionou propaganda eleitoral no Facebook



Resultado de imagem para eleição 2018 facebook

Um empresário foi multado em R$ 10 mil por ter impulsionado uma postagem favorável a Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República. É a primeira vez que a determinação de que apoiadores não podem pagar por propaganda para candidatos é usada para condenar um eleitor.

O empresário em questão se chama Luciano Hang, segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele impulsionou postagens pró-Bolsonaro e, com isso, violou o artigo 57-C da Lei n° 9.504/1997 (Lei das Eleições), que proíbe qualquer tipo de veiculação de propaganda eleitoral paga na internet.

A Coligação Para Unir o Brasil (PSDB/DEM/PP/PPS/PR/PSD/PTB/SDD), do candidato Geraldo Alckmin, foi a responsável pela representação que resultou na multa. A ação também pedia punição a Bolsonaro e ao Facebook, mas os ministros do TSE decidiram isentá-los por unanimidade - não há prova de que o candidato sabia ou participou da contratação da propaganda irregular, e o Facebook cumpriu uma liminar do dia 24 de agosto e removeu o conteúdo impulsionado das publicações do empresário.
TSE multa empresário que impulsionou propaganda eleitoral no Facebook TSE multa empresário que impulsionou propaganda eleitoral no Facebook Reviewed by Daniel Nuredo on 15 setembro Rating: 5

Nenhum comentário

Recent in Games

Image Link [https://pbs.twimg.com/profile_images/947950678483316736/8L2OOHt5_400x400.jpg] Author Name [Escrito por Daniel Nuredo] Author Description [Empreendedor digital, palestrante, ciclista, apaixonado por marketing digital e tecnologia e fundador do JobDoDaniel - Marketing Digital ] Facebook Username [danielnuredo] Twitter Username [danielnuredo] Instagram Username [danielnuredo]