whatsapp

De acordo com informações do WABetaInfo e do Tech100, o Facebook estaria prestes a implementar anúncios no WhatsApp. A rede social comprou o mensageiro em 2014 e, depois disso, tornou o app gratuito. Até então, o WhatsApp “cobrava” uma quantia simbólica de US$ 0,99 ao ano pelo mensageiro.

Os anúncios que o Facebook pretende incluir no WhatsApp devem aparecer primeiramente apenas na seção do Status, a ferramenta do mensageiro que imita o Snapchat e os Stories do Instagram.

No início desta semana, Brian Acton, um dos fundadores do WhatsApp, explicou em entrevista à Forbes o porquê de ele e seu colega Jan Koum terem abandonado o Facebook em 2017. Eles ressentiam às medidas que o Facebook queria implementar no mensageiro para viabilizar a veiculação de anúncios. Posteriormente, Acton descobriu que a empresa de Mark Zuckerberg já tinha planos para monetizar os usuários do WhatsApp mesmo antes de a aquisição