Resultado de imagem para ecommerce

Embora seja um campo muito experimental, há indícios de que a computação quântica irá revolucionar tudo o que vemos hoje em termos de tecnologia, tornando processos muito mais ágeis, graças à sua alta capacidade de processamento, abrindo um vasto campo de possibilidades.

Isso porque, diferente da tecnologia atual – que é baseada em códigos binários, ou seja, sequências que combinam 0 e 1 – na computação quântica é possível encontrar uma gama de resultados diferentes, inclusive simultâneos, possibilitando outras realidades e interações.

Pesquisadores nos Estados Unidos já apontam que no campo financeiro, por exemplo, a computação quântica poderá auxiliar a escolher a melhor combinação de ações para investimentos, considerando as diversas variáveis. Na medicina, é possível testar tratamentos específicos para uma determinada pessoa a partir do seu genoma, ou prever a interação de moléculas para testar novas drogas. Mas, e no comércio eletrônico?

Imagine todo esse potencial de agilidade, personalização e múltiplas possibilidades no mundo das compras integrado à Inteligência Artificial e à Internet das Coisas? Talvez tenhamos um novo universo do consumo, uma espécie de realidade artificial no dia a dia que permita adquirir produtos e serviços que interajam no plano físico e online. Louco, né?