De uma parceria entre a NASA e a Google nasceu o Google Mars: um site que permite ao cidadão comum explorar detalhadamente a superfície de Marte, com os seus vulcões, montanhas e crateras.

Os dados compilados por investigadores da Universidade Estatal do Arizona, nos Estados Unidos, permitiram criar um dos mapas mais pormenorizados do Planeta Vermelho elaborados até à data.

De caráter interativo, o Google Mars é usado de forma semelhante ao Google Maps e permite que os utilizadores movam, ampliem e selecionem diferentes lugares, bem como explorarem as várias regiões de Marte.