Cambridge Analytica sabia voto de usuários por meio do que eles vestiam





Dando um novo sentido à frase “você é o que você veste”, o informante por trás da denúncia e investigação do escândalo da agora falecida firma de coleta e análise de dados Cambridge Analytica disse que a empresa usou preferências de vestuário dos usuários do Facebook para ajudar a rede social na criação de algoritmos de direcionamento de mensagens políticas.

Christopher Wylie, ex-funcionário da Cambridge Analytica, mostrou à Bloomberg dados que mostravam, por exemplo, que quem vestia roupas da marca Abercrombie & Fitch tinha tendências ao liberalismo, ao passo que quem gostava da linha de jeans Wrangler mostrava preferências à “ordem” e conservadorismo. 
De forma resumida, respectivamente, eleitores do Partido Democrata e do Partido Republicano, nos EUA. Indo além dos vestuários e partindo para hábitos de consumo, leitores da revista Vogue tendiam ao Partido Democrata. O mesmo vale para consumidores de produtos da gigante varejista Macy’s.
Cambridge Analytica sabia voto de usuários por meio do que eles vestiam Cambridge Analytica sabia voto de usuários por meio do que eles vestiam Reviewed by Daniel Nuredo on 03 dezembro Rating: 5

Nenhum comentário

Recent in Games

Image Link [https://pbs.twimg.com/profile_images/947950678483316736/8L2OOHt5_400x400.jpg] Author Name [Escrito por Daniel Nuredo] Author Description [Empreendedor digital, palestrante, ciclista, apaixonado por marketing digital e tecnologia e fundador do JobDoDaniel - Marketing Digital ] Facebook Username [danielnuredo] Twitter Username [danielnuredo] Instagram Username [danielnuredo]