Com o aumento da popularidade dos celulares, os emojis estão se tornando cada vez mais comuns em bate-papos pessoais e mensagens de texto. No entanto, é adequado usá-los no trabalho?

Pesquisadores da Universidade de Amsterdã descobriram que o uso de emojis no trabalho faz com que as pessoas pareçam menos inteligentes e competentes, mas nem sempre mais simpáticas.

Exploramos essas descobertas perguntando a 560 pessoas do SurveyMonkey Audience a opinião delas sobre o uso de emojis no local de trabalho.

Quer usar um emoji de sorriso na sua assinatura de email? Continue lendo para descobrir se é aconselhável. 

A SurveyMonkey fez a seguinte pergunta: "Você acredita que o uso de emojis é adequado ou inadequado no trabalho?"

e os resultados foram.

A mesma porcentagem de funcionários acredita que o uso de emojis seja adequado e inadequado.

Essas opiniões diferentes podem ser explicadas pela idade. Profissionais jovens tendem a valorizar o uso de emojis. Já profissionais mais velhos os consideram antiprofissionais e contraprodutivos.

O detalhamento abaixo dos resultados explica a opinião de cada grupo:

Profissionais jovens os consideram 👍

Quase metade (46%) dos jovens (18 a 29 anos) acreditam que seja adequado usar emojis no trabalho. Apenas 28% deles acreditam que seu uso seja inadequado.

Além de a maioria dos jovens aprovarem seu uso, muitos deles acreditam que os emojis possam ser usados para benefício próprio. Por exemplo, mais da metade (53%) deles usam emojis para serem engraçados. A mesma porcentagem considera os emojis uma forma de expressar melhor seus sentimentos.

Jovens profissionais também veem outras pessoas de forma mais positiva quando elas usam emojis. Veja algumas formas nas quais os emojis podem influenciar a percepção dos colegas:




Já os profissionais mais velhos os consideram 👎

Antes de se empolgar demais e começar a enviar seus emojis favoritos, considere a opinião dos profissionais mais velhos.

Profissionais acima de 45 anos de idade têm maior probabilidade de afirmar que o uso de emojis no trabalho é inadequado (14 pontos percentuais de diferença entre os dois grupos).


Quase um terço deles acredita que seu uso com esse público seja antiprofissional, enquanto menos de 20% afirma que ajuda a organização a parecer mais acessível (19%) ou divertida (18%).