Resultado de imagem para ações google

Qualquer dúvida está a poucos cliques do m desde que o Google surgiu. Desenvolvida por Larry Page e Sergey Brin, que eram estudantes da Universidade Stanford, a ferramenta de busca na internet foi transformada em uma empresa em 1998. Com o boom da tecnologia nos últimos anos, comprar ações do Google se tornou uma opção para os investidores.

O que considerar antes de comprar -  Para comprar ações do Google, é importante saber que a sua controladora é uma companhia chamada Alphabet. Na verdade, as ações da própria Alphabet é que são negociadas na bolsa de valores. As referências à empresa, no entanto, sempre remetem ao Google. O código de negociação dos papéis na Nasdaq, por exemplo, é “GOOG”.

O investidor deve conhecer algumas características do Google e da sua história ao decidir entre investir na empresa ou não.

O Google dá lucro desde que abriu capital - Ao contrário de outras empresas de tecnologia, o Google já era lucrativo quando abriu o capital na bolsa de valores, em 2004. No ano anterior, em 2003, a empresa havia registrado receitas de mais de US$ 960 milhões e lucro líquido de US$ 107 milhões.

O Google tem a maior reserva de caixa do mercado - O Google tem uma das maiores reservas de caixa de Wall Street. É dinheiro disponível, não comprometido no longo prazo. No segundo trimestre de 2019, o valor chegava a US$ 117 bilhões, conforme o Financial Times. Com esse resultado, a empresa ultrapassou a então campeã de caixa, a Apple, também do setor de tecnologia.

O Google tem a maior reserva de caixa do mercado -  O Google tem uma das maiores reservas de caixa de Wall Street. É dinheiro disponível, não comprometido no longo prazo. No segundo trimestre de 2019, o valor chegava a US$ 117 bilhões, conforme o Financial Times. Com esse resultado, a empresa ultrapassou a então campeã de caixa, a Apple, também do setor de tecnologia.

Monopólio e privacidade são problemas para o Google -  As atividades e a dominância no seu segmento de mercado já causaram problemas ao Google. Na Europa, a empresa já recebeu três multas bilionárias - a última, em março de 2019, por violação de leis antitruste no mercado de publicidade online, foi de 1,5 bilhão de euros.

Passo a passo para investir no Google -  Ficou interessado nas ações do Google? Existem duas formas principais de investir nos papéis: diretamente na Nasdaq, bolsa americana em que a empresa é listada, ou por meio dos BDRs negociados na B3. 

Os certificados de ações do Google estão entre os papéis estrangeiros mais negociados bolsa brasileira: responderam por 5,35% das operações realizadas com BDRs no pregão entre janeiro e maio de 2019. Identificados pelo código “GOGL34”, eles só perdem para os da Amazon e da Apple. Você deve seguir algumas etapa antes de investir no Google. Há diferenças importantes entre comprar os BDRs na B3 e aplicar diretamente na Nasdaq.

Na bolsa brasileira (B3)  - O primeiro passo para comprar BDRs do Google na B3 é abrir uma conta em uma corretora - exatamente o mesmo de quem quer investir em ações brasileiras. São as corretoras que intermedeiam as ordens de compra e venda dos investidores na bolsa. Existem mais de 80 autorizadas a operar no pregão.

Na bolsa americana (Nasdaq) -  O processo de investir em ações do Google diretamente na Nasdaq é parecido, mas exige abrir uma conta em uma instituição financeira internacional. Há algumas em que é possível enviar os documentos e assinaturas com facilidade e rapidez

saiba mais