Resultado de imagem para agronegocio inteligencia artificial

Uma plataforma de código aberto destinada a oferecer recursos para a criação de aplicações de Inteligência Artificial (IA) para o agronegócio - um dos setores mais importantes da economia brasileira, que pode obter ganhos significativos em produtividade e eficiência a partir do uso dessa tecnologia. Esse é o foco do projeto conduzido pelo CPQD em parceria com a RNP - Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, com o apoio de recursos dos Programas e Projetos de Interesse Nacional (PPIs) nas Áreas de Tecnologias da Informação e Comunicação, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

“A disponibilidade de uma plataforma aberta de IA, que propicie ao desenvolvedor recursos padronizados, de forma rápida, integrada e segura, é uma iniciativa importante para estimular o ambiente de inovação no campo”, afirma Fabrício Lira Figueiredo, gerente de Desenvolvimento de Negócios em Agronegócio Inteligente do CPQD. “A ideia é fornecer, por meio dessa plataforma, elementos básicos que possam facilitar o desenvolvimento de aplicações específicas de IA para o agronegócio por startups e outras empresas que atuam nesse setor, proporcionando robustez e estabilidade para operação em larga escala”, acrescenta.

Com duração de três anos, o projeto - que começou em agosto de 2018 - está dividido em três áreas de atuação. Uma delas tem como foco o desenvolvimento de aplicações de aprendizado e análise preditiva, por exemplo, para o monitoramento, otimização e controle de produção e da qualidade. Outra prevê o desenvolvimento de aplicações de visão computacional (com imagens e vídeos) voltadas à identificação de padrões, entre outras possibilidades. A terceira tem como objetivo o desenvolvimento de aplicações de sistemas de diálogo (assistente virtual) para o agronegócio.