Resultado de imagem para magazine luiza

A esmagadora maioria dos brasileiros ainda ignora essa ferramenta nos seus negócios...

Mas a maior varejista do Brasil alcançou esse título, justamente por dominar o que apenas 1,6 por cento das empresas nacionais utilizam. Se você investe na Bolsa brasileira, com certeza você a conhece… suas ações simplesmente são as que melhor performaram de 2015 para cá… chegando a somar 1.134 por cento de crescimento.

Claro que a história da Magazine Luiza nem sempre foi positiva. Na verdade, seu IPO aconteceu em 2011, e em 2015 (antes do boom), a empresa teve a sua menor cotação de todas. Mas utilizar um novo método, foi o que fez a empresa crescer mais de 10 vezes em apenas 4 anos.

A Magazine Luiza sofreu uma transformação digital, e passou a operar ativamente como um e-commerce. O que outras varejistas também já fazem. O que provocou uma mudança de patamar na empresa de fato, foi a implementação de uma ferramenta feita por um cara chamado Guilherme Treviso.

Veja, considerando que a Magazine Luiza é uma empresa de varejo e ofertas diretas, a experiência de compra precisava ser rápida. E normalmente,a objeção que mais atrasa a decisão de um cliente do varejo é o preço.

Logo, o Guilherme e sua equipe desenvolveram uma metodologia de pricing para a empresa que mudou a experiência dos seus clientes para melhor….

Eles precisavam encontrar uma forma de automatizar os processos de desconto, de um modo que atendesse o cliente e que a empresa perdesse o mínimo possível.

Como o preço que uma pessoa em relação a outra está disposta a pagar varia muito… era impossível encontrar uma forma de personalizar os descontos para cada usuário… não fosse a expertise do Guilherme Treviso em Inteligência Artificial.

Antes dessa ferramenta, um usuário levava até 40 minutos para concluir uma compra (tempo suficiente para desistir dela), hoje, ao ter uma experiência personalizada e receber uma oferta no preço ideal, o tempo médio das compras caiu para um décimo do tempo, e costumam ser concluídas em apenas 4 minutos.

Talvez, essa redução do tempo de experiência (10 vezes) esteja diretamente relacionado ao crescimento da empresa nos últimos 4 anos (10 vezes também).

Mesmo no seu pior momento, para a Magazine Luiza, não foi difícil se tornar o maior varejista do Brasil quando eles começaram a utilizar tecnologias que o restante do país ignorava.

Quando menos de 2 por cento das empresas do seu país utiliza uma tecnologia capaz de otimizar e automatizar processos, você tem a chance de despontar de todos os seus concorrentes se fizer primeiro.