Pacote da Amazon

Até o início deste ano, três empresas de tecnologia faziam parte dele: Microsoft, Apple e Google.

A petrolífera estatal saudita Aramco era a única companhia de fora do setor que também estava na lista.

Mas, em 31 de janeiro, a Amazon juntou-se ao seleto grupo — o valor de mercado da gigante do comércio eletrônico ultrapassou a marca de US$ 1 trilhão diante dos bons resultados do último trimestre de 2019.

Apple -  a mais valiosa. no último ano, as ações da companhia saltaram de US$ 150 para mais de US$ 300, o que fez com que seu valor de mercado chegasse a US$ 1,4 trilhão, um crescimento de 96% em relação ao ano anterior.


Microsoft  - Em abril de 2019, a Microsoft se tornou a segunda empresa privada a superar US$ 1 trilhão.


Alphabet, - empresa controladora do Google superou a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado após acumular uma alta de mais de 30%.


Amazon, o novo membro - diante dos resultados do último trimestre, a empresa fundada por Jeff Bezos conseguiu fechar o mês passado valendo mais que US$ 1 trilhão — a cifra flutuou desde então, mas, em 13 de fevereiro, a companhia valia US$ 1,07 trilhão