Para acessar a plataforma, criada em parceria com o Instituto Lawgorithm e a Universidade de São Paulo (USP), o usuário deve se logar com uma conta Gmail ou pelo Facebook e, dessa forma, pode começar a interagir com o novo chatbot. Em desenvolvimento, ainda deve ser lançado uma versão do site para aparelhos celulares, que funcionará via comando de voz.

Como funciona?

A Yuki usa IA para interpretar as perguntas do usuário e buscar a melhor informação para a solicitação, direto na sua base de conhecimento. Para isso, a ferramenta de dúvidas sobre o novo coronavírus trabalha a partir de documentos oficias da COVID-19, como protocolos, manuais e orientações de hospitais e do Ministério da Saúde, em constante atualização.


Por isso, pode ser uma aliada importante também para os profissionais da saúde, já que agrupa fontes confiáveis e atualizadas. Também pode ser usada para cidadãos comuns se informarem, de forma geral, sobre a doença, a partir de perguntas sobre os principais sintomas da COVID-19 e o melhor momento para buscar ajuda médica - que é quando o paciente apresenta falta de ar -, por exemplo.