(Foto: Reprodução)

A americana que contribuiu, nas redes sociais, para o fracasso do comício de Donald Trump semana passada em Oklahoma, foi contratada para trabalhar na campanha de seu oponente, Joe Biden, para a Presidência dos Estados Unidos nas eleições de novembro.

Mary Jo Laupp ganhou o apelido de "Grandma TikTok", a "Vovó TikTok", com sua apaixonada campanha de mídia social para que os adversários reservassem assentos no estádio onde Trump faria um comício em Tulsa - e depois não fossem.

O apelo de Mary em um pequeno vídeo compartilhado na plataforma TikTok teve mais de dois milhões de visualizações e foi compartilhado em clubes de fãs da música pop sul-coreana, conhecida como K-pop.

Caitlin Gilber, codiretora da Biden Digital Coalition, um coletivo de ativistas democratas especializados em Internet, disse na sexta-feira (26) que esta avó de seis netos e com 51 anos se uniu ao grupo para ajudar na campanha digital para a eleição presidencial de novembro.

Mary Jo Laupp contou ao jornal "The New York Times" que um de seus primeiros projetos será estabelecer um grupo de criadores de conteúdo no TikTok a favor de Biden.

Essa moradora do estado de Iowa trabalha no Departamento de Música de um instituto e já havia participado da campanha do pré-candidato democrata Pete Buttigieg, ex-prefeito de South Bend, Indiana.