Desde a última segunda-feira (31), um nome chama a atenção dos usuários do Facebook: Selene Delgado López. A mulher, que teria desaparecido misteriosamente nos anos 1990, e seria "amiga" de quase todos os usuários da rede social , mesmo ninguém lembrando de adicionar ou aceitar alguma solicitação dela. A amizade é apenas um susto.

O que acontece é que o perfil de Selene é configurado apenas para receber mensagens, o que pode causar a impressão falsa de conexão pelos usuários que acessam sua página, já que o botão "Adicionar" (contato) não aparece.

Mesmo assim, alguns internautas ainda afirmam que o caso é estranho porque o nome consta em suas listas de amigos. O perfil foi atualizado pela última vez no fim de abril deste ano, quando a foto principal e de capa foram alteradas.

Segundo o jornal ABC, do México, o assunto tem movimentado o país porque Selene Delgado López teria vivido por lá. De acordo com o perfil, ela estudou no Instituto Independência e mora em Leónapesar de ser natural de Zamora de Hidalgo. Entre os anos de 1990 e 2000, uma emissora de televisão teria narrado fichas informativas em sua programação para tentar agilizar sua busca e seu nome apareceu bastante entre os comerciais. Na época, segundo histórias contadas, Selene já era procurada pela família há oito anos.

Toda essa história fez Selene se tornar, em muitas casas, um fantasma social: nunca informaram se a mulher foi localizada e há dúvidas também se ela, de fato, existiu. Ainda de acordo com a ABC, foi descoberto após muito tempo que os dados fornecidos sobre ela eram falsos —assim como registros de sua existência e de familiares.

Com isso, muitos afirmam que Selene Delgado López foi apenas um experimento de mídia. Um fato que chama a atenção é a URL do perfil: https://www.facebook.com/luis.atilano.3557440 — mas a identidade de Luis também é um mistério.