Já pensou quantas pessoas estão buscando pelo seu negócio na internet? E quantas delas poderiam entrar em contato, visitar a sua empresa e virar clientes?


Se você tem um negócio local e quer que isso aconteça, precisa saber o que é SEO local!


O que é SEO local?

SEO local é o conjunto de estratégias de otimização para buscadores que visa melhorar o posicionamento de uma marca quando usuários pesquisam por soluções na sua região de atuação.


Esse tipo de otimização é focado no site da empresa, mas também na sua página no Google Meu Negócio, que vamos conhecer melhor ainda neste artigo.


O SEO local é pensado para pesquisas que contêm um componente geográfico — e é isso que o diferencia do SEO geral.


A localização do usuário que busca por negócios locais e a inclusão de uma região nos termos de pesquisa (como “perto de mim” ou “em Santarém”) acionam o algoritmo de busca local e modificam a forma como o Google apresenta os resultados.


Esse tipo de busca ganha um olhar especial do buscador. A intenção do Google é oferecer a melhor experiência de pesquisa aos usuários. Para isso, dedica todos os seus esforços para oferecer os melhores resultados com a maior agilidade possível.


Quais são os fatores de rankeamento do SEO local?



Primeiramente, o Google apresenta uma lista de empresas e a sua localização, a partir do seu cadastro no Google Meu Negócio ou no Google Maps.


Esses três primeiros resultados são chamados de Local Pack (ou 3-Local Pack). Ao clicar em “Mais lugares”, o usuário é direcionado para o chamado Local Finder, com a lista completa de empresas que atendem à busca.


Logo abaixo, o Google mostra os links orgânicos, como em qualquer pesquisa no buscador.


Perceba que o Local Pack e os links orgânicos apresentam listagens diferentes. Isso acontece pois os algoritmos de busca são específicos para cada seção e consideram diferentes fatores e regras para organizar os rankings.


A Moz desenvolve um estudo anual para entender os principais fatores de rankeamento do SEO local, tanto para o Local Pack quanto para os resultados orgânicos.


Veja como a importância dos fatores muda para cada seção:



As informações da empresa no Google Meu Negócio, por exemplo, são essenciais para o rankeamento no Local Pack. Porém, para a listagem orgânica, elas são secundárias — mais importante são os fatores de link building, SEO on page e comportamento do usuário.


Por esse motivo, alguns negócios que aparecem bem posicionados no Local Pack podem não aparecer nas primeiras posições dos resultados orgânicos.


Então, é preciso fazer uma otimização completa, no site e no Google Meu Negócio, para conquistar boas posições em ambas as seções.


Para o rankeamento dos negócios no Local Pack e no Local Finder, o Google informa os critérios que utiliza, agrupados em proximidade, destaque e relevância.


Proximidade

O critério de proximidade diz respeito à distância do negócio em relação ao usuário ou ao termo de local que ele digita na busca. O Google entende que os resultados mais relevantes para ele são aqueles mais próximos. 


Destaque

Destaque é o nível de popularidade de um negócio na sua região. Para avaliar esse critério, o Google analisa não apenas a popularidade da marca na web, mas também no mundo offline.


Relevância

O critério de relevância considera a correspondência entre o negócio e o termo que o usuário pesquisou. Para isso, o Google analisa os dados da ficha da empresa no Google Meu Negócio.


Fatores de rankeamento dos links orgânicos locais

No caso do Local Pack e do Local Finder, os critérios de rankeamento focam principalmente nos dados de cadastro da empresa no Google Meu Negócio. Mas para a classificação dos resultados orgânicos, que vêm logo abaixo, o que é mais importante para o Google?

Nesse caso, os critérios são focados no site do negócio — e é nele que a otimização deve mirar.

Boas práticas que contam positivamente na classificação, como:

  • produção de conteúdo relevante;
  • velocidade de carregamento;
  • responsividade;
  • segurança do site;
  • otimizações on page;
  • backlinks de sites de qualidade;
  • autoridade do domínio e da página.

Então, para que o seu negócio apareça nos links orgânicos de uma busca local, ele precisa mostrar ao Google que é relevante para o público.